EM TIPOS DE SEREIAS POUCO COMUNS (EXTRACTO)

Tradução de “On Uncommon types of mermaids” de starshardfragments no Tumblr.

10 de novembro de 2017

 (Extraído do artigo “Em Tipos de Sereias Pouco Comuns” por Eliza Archer, publicado no Jornal do Instituto Nacional de Criptozoologia em 2015)

Tanto nas lendas como nos recordes históricos, a figura da sereia está presente, seja como uma lenda ou como um acontecimento histórico. Os tipos mais conhecidos são as sereias de mar e de rio, mas há poucas pesquisas científicas ligado aos outros tipos de serias menos comuns.

[…] Com este trabalho temos a intenção de trazer atenção ao tipos menos comuns de sereias do mundo e os perigos que elas implicam. O propósito deste artigo é simplesmente comunicar e informar e não constitui um guia seguro de como lidar ou estudar sereias.

Sereias de Lençóis freiáticos

  • Como a maioria dos animais subterrâneos, as sereias dos lençóis freáticos são cegas. Não há registros que nos indiquem que elas tenham algum tipo de sistema de ecolocalização.
  • Sua metodologia de caça envolve a flutuação e espera por ondulações e ondas na água parada na escuridão que possam indicar a presença de uma presa.
  • Sua principal fonte de sustentação é o último suspiro do tanque de oxigênio de um mergulhador de caverna. Porém, há relatos delas sobreviverem anos sem qualquer inspiração. Até a data de hoje, pelo menos vinte mortes foram atribuídas às sereias dos lençóis freáticos, principalmente na América do Norte e a Leste Europeu.
  • Elas ostentam pequenos pontos bioluminicentes na pele delas para atrair as presas até elas. Os mergulhadores são aconselhados não seguir nenhuma outra luz além de sua lanterna, e de utilizar cores pouco comuns, como vermelho.
  • Quando enfurecidas elas são conhecidas por causar terremotos (Shangai, 1876), envenenar o suprimento de água (Maysville, 1985) e afundar pequenas cidades (Villalegre, 1923).

Sereias de piscina

  • Em 1984, Rachel de 18 anos foi declarada morta depois de se afogar na piscina da família em Santa Monica, CA. Uma semana depois sua família reportou vê-la a noite nadando na piscina e tentando atrair sua irmã mais nova para dentro dela. A família mudou-se para outro estado uma semana depois e a casa foi demolida. Não há mais relatórios sobre esse incidente.
  • Em 1995, 7 mulheres entre 17 e 21 anos sumiram e 10 homens entre 17 e 23 anos foram achados mortos em um quintal nos arredores de Fort Lauderdale, FL. Eles tinham comparecido a uma festa na piscina durante a noite, os corpos dos 10 homens foram achados na manhã seguinte. Os investigadores reportaram que os homens morreram de intoxicação aguda por cloro no ar, em níveis maiores do que o achado na piscina. As mulheres nunca foram encontradas.
  • Entre 1980 e 2005 pelo menos três parques aquáticos ao redor do globo fecharam sem uma razão discernível. Além de alguns reportes de acidentes e desaparecimentos, não podemos achar uma conexão apropriada entre isto e a presença de sereias de piscinas, mas vale a pena mencionar.
  • Os depoimentos descrevem esta espécie como muito pálida, com cabelo fino e pele rachada e murcha. Elas são um tipo de Cantoras e são atraídas por música alta. Pode-se deduzir pelos eventos em Fort Lauderdale em 1995 que elas são capazes de aumentar e diminuir o nível de cloro de uma piscina, e sobrevivê-los.
  • Queremos relembrar aos nossos leitores que os eventos mencionados são os únicos acontecimentos descritos sobre as sereias de piscina e que as probabilidades de se encontrar com uma são muito baixas já que seu número parece ser muito escasso.

Sereias de Sangue

  • É extremadamente difícil achar algum tipo de registro desta espécie de sereia e ainda é debatido se elas são só ficção ou se elas são uma verdadeira, se não rara, espécie.
  • Na edição de 1787 de Bluebeard por Anne-Marie Benoit, a última esposa do assassino encontra o quarto onde todos os cadáveres das esposas anteriores estavam. O quarto é descrito como “[…] coberto em sangue, tão profundo que a Vivienne podia afundar seu pé nele e ainda não tocar o chão de pedra. […] Abalada pela cena, ela deixou cair a chave dourada a qual afundou. Freneticamente a jovem tentou recuperá-la, mas não conseguiu acha-la. Ela caiu sobre seus joelhos chorando, com certeza que seu marido ia se dar conta que ela entrou no quarto proibido. Mas de repente, um braço ensanguentado emergiu do sangue e entregou a chave para ela, agora mais vermelha do que dourada. O rosto de uma mulher de cabelos escuros apareceu observando-a silenciosamente. Várias outras mulheres emergiram do sangue e começaram se aproximar da primeira. Aterrorizada, Vivienne pegou a chave e fugiu do quarto, trancando-o atrás dela. ”
  • Um artigo escrito pelo Lord Thomas Crawford em 1886 descreve em grande detalhe esta espécie de sereia. Ele as descreve como que habitam somente lugares onde grande quantidade de sangue foi derramado e só sobrevivem enquanto sua fonte de sangue não esgotar. Elas aparecem só habitando o sangue, nunca consumindo-o. Elas são descritas como sendo pálidas como a morte e ostentando escamas escuras. Depois da morte de Crawford, muitas das páginas de seu trabalho se perderam junto com sua metodologia. Sem nenhuma explicação de como ele conseguiu fazer uma investigação tão extensiva, seu trabalho tem sido considerado especulativo ou simples ficção.
  • O assunto de que Elizabeth Báthory de Ecsed pode ser considerado um caso histórico de uma sereia de sangue tem sido debatido há décadas. Thomas Crawford se refere a esse tema em seu artigo indicando que ela não era, de fato, uma e que ela “era outro tipo completo de criatura”. 
Advertisements

COMO LIDAR COM GATOS DE RUA

Tradução ao portugués de “How to deal with street cats” de starshardfragments no Tumblr.

23 de abril de 2017

  1. Seja bom com eles. Eles estão fazendo um trabalho importante. Não os persiga, segure ou incomode.
  1. Sempre leve comida com você, é por educação.
  2. Aproxime-se devagar, deixe eles virem até você. As vezes você pode precisar se sentar no chão e batê nele algumas vezes. Foi para isto que você trouxe comida.
  3. Em algum momento depois de ter conseguido tocar no gato, este vai virar e sair correndo. Neste momento você começa a segui-lo.
  4. gatos não querem que você se perca, mas podem ser rápidos. Nunca perca eles de vista, você deve ficar com eles até seu retorno. Esta pode parecer sua rua usual, mas você está em um espaço liminar. Tente não se perder.

(Nota: não siga gatos com olhos de diferentes cores. Você pode acaricia-los, mas no momento em que eles virarem e fugirem você deve virar as costas para eles imediatamente e caminhar na direção oposta.)

Gatos pretos:

  1. Sega os gatos pretos para dentro dos respiradouros ao nível do chão. Não se preocupe, pode ter teias de aranhas, mas não há aranhas.
  2. Não perca-os de vista na escuridão.
  3. Quando você emergir, você vai estar na mesma rua onde você estava antes, mas não terá pessoa alguma.
  4. Não se extravie, sega seu gato. As vezes ele vai quer pegar um pássaro e voltar. Não fique mais tempo só para explorar.
  5. Ouvir-se o ruído de uma multidão à distância tente de não segui-la. Seu gato nunca vai levar você lá.
  6. Você pode levar o que você quiser, mas não vai poder tirar fotos ou vídeos ou sons.

Gatos laranja:

  1. Os gatos laranja andam ao redor das estações de trem por alguma razão. Sega eles ao próximo trem. Você não vai precisar de um bilhete.
  2. Caso o gato quer que você coçe a orelha dele, faça-o.
  3. A paisagem não vai parecer como a área ao redor da sua cidade. Não se alarme – isto é normal.
  4. As pessoas dentro do trem não vão falar uma língua que você entenda ou reconheça, mas eles vão estar vestidos e ter aparelhos similares aos seus. Usualmente são legais.
  5. Desça na mesma parada que seu gato. Você não vai entender o nome da estação, e ninguém mais vai descer. Você deve seguir seu gato, mas ele nunca vai sair da estação. Sega-o ao próximo trem para voltar para casa.
  6. Nunca fique no trem. Nunca espere até a última parada.

Gatos brancos:

  1. Os gatos brancos vivem nas beiradas. Eles vão levar você para muitos lugares, mas ao mesmo tempo eles nunca vão levar você a lugar nenhum.
  2. Caso encontrá-los durante a noite, o sol vai seguir, independente do horário. Caso você encontre eles durante o dia, o sol vai se por. Vai ficar assim durante a viagem toda.
  3. Sega eles até a beirada da floresta que cheira como madressilva. Você vai ouvir o cantar das aves e o fluxo da água. Você nunca deve divagar ou entrar na floresta sozinho. Seu gato não vai segui-lo.
  4. Siga ele ate um prédio onde está tendo uma festa chique. Pelas janelas você vai ver comida e champanhe. Os hóspedes vão convidar você, mas seu gato vai seguir caminhando. Não aceite o convite, e nunca coma a comida nem beba a champanhe.
  5. Sega eles pela beirada da piscina. Terão pessoas nadando, brincando, e rindo. Vai estar quente, independente da época do ano. Não pise muito perto da beira da piscina porque eles vão tentar pegar seu tornozelo e puxar você para dentro da água. Continue caminhando.
  6. Uma vez que o sol se pôr ou sair você vai estar em casa. Nunca entre na sua casa até que você esteja seguro que o céu está mudando.

Gatos calico:

  1. Os gatos calico são os mais seguros. Eles vão seguir você.
  2. Ande pela sua cidade e você vai ver que tudo está igual, mas você não vai conseguir fazer as conexões entre as ruas.
  3. Caso você quer ir para um lugar específico você vai perceber que ele não está onde costumava estar.
  4. Você não vai reconhecer ninguém. Todas as pessoas da rua serão desconhecidas. Eles não são perigosos, mas não os olhe diretamente nos olhos.
  5. Nunca tente achar sua casa. Porque você vai acha-la.
  6. Quando você quiser voltar leve o gato de volta para onde você o achou. Isto pode ser mais difícil do que você espera.

Lembre de sempre trazer um pouco de comida com você, algo feito de ferro, e sapatos confortáveis.

E lembre de sempre ser bom com os gatos!

QUESTIONARIO INICIAL

Tradução ao portugués do “Initial Questionnaire” por starshardfragments no Tumblr.

9 de maio de 2017

Obrigado por se inscrever por uma vaga em nossa companhia! Apreciamos seu interesse no nosso trabalho e quer ser parte da nossa prestigiosa equipe.

Este questionário, providenciado por seu entrevistador, vai nos ajudar a saber mais sobre você. Não deve levar mais de quinze minutos. Seu entrevistador vai acompanhar algumas das respostas com você. Orbigado pelo seu tempo!

Liste o que você acha que são suas maiores forças:

Liste o que você acha que são seus três maiores defeitos:

Por favor, liste as línguas que você fala:

Como você ouviu falar sobre nós?

☐ Um amigo
☐ Outro empregado
☐ Um site de emprego
☐ O jornal
☐ Encontrou-se aqui

Eu estou disponível para trabalhar (marque tudo o que é aplicável):
☐ Segunda a Sexta
☐ Finais de semana
☐ Noites
☐ Tempo integral
☐ Meio período
☐ Turnos 24/7
☐ Para sempre

Como você chegou até aqui?
☐ Transporte público
☐ Meu próprio carro
☐ Andando
☐ Eu não sei

Você recebe uma ligação; como você responde? (marque só uma resposta)
☐ Bom dia, meu nome é [nome legal], como posso ajudá-lo?
☐ Oi, qual é o problema?
☐ Bom dia, meu nome é [nome real], como posso ajudá-lo?
☐ Eu não respondo

O que você escuta do outro lado da ligação? (marque só uma resposta)
☐ Um Cliente
☐ Um técnico IT
☐ Nada
☐ Pássaros cantando
☐ Minha própria voz

Um cliente tem um problema que você não sabe como resolver, o que você faz?
☐ Eu pergunto para um colega
☐ Eu pergunto para meu coordenador
☐ Eu não posso perguntar para ninguém, o escritório está vazio
☐ Eu me pergunto do outro lado do espelho
☐ Eu sei como resolvê-lo

Qual porta você usou para entrar?
☐ A porta principal
☐ A porta vermelha
☐ A porta traseira do prédio
☐ A porta selada

O que você respondeu à pergunta do porteiro? _______________
Você mentiu? ☐ Sim ☐ Não

Você se encontrou com outra pessoa no seu caminho ao escritório? ☐ Sim ☐ Não
Qual a aparência deles?_____________________

Diga-nos o que você sabe sobre nós:

Diga o que você acha que nós sabemos sobre você:

O que você deseja ganhar ao trabalhar na nossa companhia?



O que você está disposto a entregar em troca?

 

Você sabe o nome de seu entrevistador?_____________

Por favor, agora entregue o questionário a seu entrevistador e dê a ele tempo para revisar as respostas. Obrigado pela cooperação. Nós desejamos sorte a você na sua entrevista!

Sister (Prompt)

My sister says our mum killed her. My mum says I do not have a sister. Her cold expression in place.

I thought I just never had a father. This whole thing of having someone but not really having them is confusing. Slowly I started to believe mother; I never saw my sister, some days I completely forgot about her. Her pictures were gone, my memories went missing. Besides, why search? I could never remember someone was missing in the first place. One day she came back. First in pictures, then in my memories, and then in person. Slowly she came back and my mother went away.

My mum said sister was killing her. My sister says I do not have a mother. Her cold expression in place.

(October, 2015)

Based of the prompt: “My sister says our mum killed her. My mum says I do not have a sister. “

Demise (Prompt)

Mum always had a strange habit of stroking my hair while I was sleeping. I never really minded. It actually started to become reassuring. That all changed when she died and the stroking didn’t stop. This was common though. With the apocalypse and the losses as part of our daily life, feelings like this became popular. Some felt warm hugs, others the hum of a reassuring lullaby; so a stoking of hair fell right in place. The closer you were to that person the stronger you felt their presence.

Children and anyone with an extra traumatic experience losing said person were the first to go. They felt this love they missed. They felt it to their bones until they could take it no more. People went crazy this way. They’d scream, try to jump off cliffs, shoot themselves, you name it, someone did it. It was a terrible daily sight.

I mean, I knew the dead were going to be our demise, I just never expected it to be with way.

(October, 2015)

Based of the prompt: “Mum always had a strange habit of stroking my hair while I was sleeping. I never really minded. It actually started to become reassuring. That all changed when she died and the stroking didn’t stop.”

Loyalty (Prompt)

How many times have I died for you…and you STILL question my loyalty… Are you telling me that time I jumped in front of a bus meant nothing for you? What of that time I drank all those potions you were trying out? It did not end that well, did it? Oh! And the time with the wolf pack?…yeah, those scars won’t go away… Point being, trust me, I won’t fail you. I told you from the very beginning, I’m your cat, am I not? I’ve got nine lives to give and if I had more, I would give them to you too.

(October, 2015)

Based of the prompt: “How many times have I died for you…and you STILL question my loyalty…”

Voice in my Head (Prompt)

I am lying in bed in the dark and glance over to see an odd shadow in the corner of my room. I am about to turn on the light to see what it could be, when a voice in my head whispers “Don’t move. They are watching.” I stay in that position unable to move until the shadow was gone.

I am about to cross the road when a voice in my head whispers “Careful with that step, there’s a trap.” I jump as far as I can while the person right behind me disappears.

I am dining with my parents when a voice in my head whispers “Get out. There’s an intruder.” And so we do. The cops managed to catch him on time.

I am at my job with my boss when a voice in my head whispers “Punch him, he has a knife.” And so I do. He was arrested.

I am in a date when a voice in my head whispers “Ditch him.” And so I do. The next morning his face was in the news as a rapist.

I am home laughing with my friends when a voice in my head whispers “Backstabbers. Kill them.”

And so I do.

(October, 2015)

Based of the prompt: “I am lying in bed in the dark and glance over to see an odd shadow in the corner of my room. I am about to turn on the light to see what it could be, when a voice in my head whispers “Don’t move. They are watching.” “

Cheerleader (Prompt)

Her smile was a bit too wide, a bit too cheerful, considering the blood on the walls. Dad said she was sort of a gory patient but I though he was exaggerating. Then again, the walls proved me wrong. She had been a cheerleader before coming here so every now and then she would answer to our questions with sports slogans and cheers. I think it was an American football ball that hit her a bit too hard in one of the practices that left her that way; dad insists that it had been a mix of the hit with a few chemical imbalances.

In any case, the room. Nothings says you are the son of the owner and chief doctor of the hospital like having cleaning duty for a month for not getting outstanding grades in all of your classes.

I tiptoed inside following the edges of the room. Best not disturb this one before feeding time. I washed the walls as quickly as it was humanly possible and yet I still felt I was too slow. Her eyes never lost sight of me for a single second. Did they register me as a human at all? They pierced into my skin like daggers. I know what she did to her teammates; I know she can do that again with me in a matter of seconds. Sure, dad insisted she would not do anything to hurt me, but he was not the one cleaning the mess she left from the last assistant assigned to her.

(October, 2015)

Based of the prompt: “Her smile was a bit too wide, a bit too cheerful, considering the blood on the walls.”

The Last Man On Earth (Prompt)

They say be careful of what you wish for, you never know when you will get it. He wished for solitude, peace, quiet, no more interruptions of any kind. No one judging what he did or what he wore. Things, for once, were simple. Sure, he did miss his family, his loved ones. In fact, he found himself missing the bakery guy every once in a while. The more he thought of it the more he figured that was not what he had wished for. At least it had been quick, a hit in the head, and boom, everyone was gone.

The last man on Earth sat alone in a room. There was a knock on the door… A doctor came right in with his assistant close behind. “How are we today Mr. Time for your medicine.”

To the man the doctor looked like a ghostly hallucination; to the doctor the man merely looked like one more patient.

(October, 2015)

I found a bit troublesome to write this one. I have known the prompt sentence for quite a while now and nothing seemed right. This works as either both paragraphs together or just the last one.

Based of the prompt: “The last man on Earth sat alone in a room. There was a knock on the door… “

Restart (Prompt)

“My daughter won’t stop crying and screaming in the middle of the night. I visit her grave and ask her to stop, but it doesn’t help.”

“Relax Mr. Smith. Have you thought of turning her off and on?”

“…What…?”

*Chuckles* “Sorry, I meant if you have tried restarting the Un-Dead Program?”

“…?”

“You see, sometimes when a newly diseased first discovers they have a voice they get stuck in a specific, repetitive behavior; a glitch, if you may. In order for the diseased to recover their senses from life the most recommended procedure is to restart them.”

“Are you implying that I kill my daughter again?!?!? What are you saying, that I should shoot her?!?!?”

“Although shooting is not effective 100% of the time…yes, I do believe that would solve your problem.”

“Are you out of your mind!?”

“A bit, yes, but that is besides the point. Look Mr. Smith, you have to remember, you can’t kill someone that’s already dead. That aaaaand you are dealing with a child here, they are irrational enough without the extra weight of being dead. If you wish I can connect you to an expert on the subject.”

“…………………………………………..that….would be nice, yes…God, my wife won’t like this…”

(October, 2015)

Based of the prompt: “My daughter won’t stop crying and screaming in the middle of the night. I visit her grave and ask her to stop, but it doesn’t help.”